Dead Sea †

Dead Sea †

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dead Sea † Empty Dead Sea †

Mensagem por Emma M. Longstride em Qui Jun 26, 2014 6:15 pm










dead sea †





You'll never sink when you are with me



Os dias sempre foram uma dúvida na vida de Emma, a garota nunca passou uma semana sem ser surpreendida por alguma loucura de sua mãe, seja por uma viagem de última hora para o México ou por ter de ir para o hospital de tanto beber, bom, talvez esta seja a razão pelo qual seu pai, William, as deixou quando a garotinha tinha menos de três anos e foi viver com sua outra família já formada, em outra casa, na mesma cidade, sim, bem sutil, mas acabou que não foi de todo mal, dessa infidelidade nasceu Sarah, a meia irmã de Emma, ambas são da mesma idade e conviveram na mesma escola desde que se entendem por gente, os anos se passaram e Sarah acabou virando uma das únicas coisas boas na vida de Emma, melhores amigas e irmãs, eram assim que se chamavam, as garotas até mesmo haviam feito tatuagens iguais, Emma possuía sua cruz na parte interna no antebraço e ela amava lembrar-se o motivo pelo qual ela estava ali, para sempre.
Não havia um dia em que a garota não fosse para a aula de ballet. No começo era apenas um hobby, mas acabou tornando-se uma paixão para a vida toda; rodopiar, pular, mover o corpo, dançar era tudo o que ela sabia fazer, os pés tinham vida própria, eles tinha sua própria linguagem, seu próprio meio de comunicação, quando Emma estava no palco nada mais era um problema, tudo era solução, até que as luzes se apagavam e a garota tinha de encarar toda sua realidade novamente, voltava para sua casa e se trancava em seu quarto, algumas vezes passava a noite toda sentada na varada de seu quarto observando a lua e desejando poder estar em um lugar diferente, bem distante de todo o caos daquela cidade.
Os anos se passaram muito depressa, a garota acabou por se tornar uma mulher, uma mulher que aprendeu a lidar com os problemas da pior forma possível, guardando-os para si, mas ela acreditava que nem tudo vinha só para o mal e sempre tentava encontrar um pingo de bondade em qualquer coisa, talvez isso a manteve fora de algumas confusões. A personalidade solitária deu conta do resto, quando estava sozinha ela sentia-se livre para sentar-se e pensar, voar e imaginar coisas que sabe-se lá irão acontecer algum dia, Emma mostrou-se extremamente inteligente e calculista, sempre foi ótima em lembrar-se de pequenos detalhes com sua memoria fotografia que estava sempre em uso, seja para reconhecer algum rosto ou para caminhar por qualquer lugar no mundo sem se perder, os passos ágeis e treinados pelo ballet chegavam a qualquer lugar, por menor que o espaço fosse, a curiosidade aguçada da mulher a fazia examinar a cena, algum barulho ecoou? Ela estava lá para ver o que causou, Emma jurava para si mesma que um dia ia acabar com uma boa detetive e que encontraria qualquer pessoa no mundo, mas claro, eram só planos, que como tantos antes se esvaíram no tempo. Todas as horas passadas sozinha foram de bom uso, além de estudar e aprender mais a cada dia, a garota começou a aprender a usar as palavras e em pouco tempo estava certa de que podia fazer com que qualquer pessoa fizesse o que ela bem entendesse, algumas vezes o resultado não foi o esperado, mas a maioria era bem sucedida, ela começou a usar na escola, matando aulas atrás de aulas e estudando sozinha nas escadarias, sem ter de fingir que gostava de alguém na sala ou que estava feliz por estar ali, quando era pega andando pelos corredores nos horários de aula ela conseguia extrair uma boa desculpa do fundo de sua alma e enganava até mesmo o mais severo professor, com o tempo a garota começou a se sentir mais e mais confiante, os passos começaram a ganhar mais força, o sorriso mais forma e a fala mais articulação, ela sentia-se livre para fazer o que bem entende-se, claro, até ter de voltar para sua casa e encarar seu medo desmaiada de bêbada no chão do banheiro.

EMMA MARIE

† - o medo sempre foi o maior inimigo da garota, até que aprendeu a controla-lo e usar-lo para seu próprio bem, tendo-o em seu favor.
† - nunca foi uma pessoa de muitos amigos, possuí poucos, mas especiais, se da muito melhor com homens do que mulheres, mas apesar deste fato é fácil e boa articulada na hora de conversar.
† - aprendeu com seu pai desde pequena que garotas não devem chorar e não derramou uma lágrima se quer desde então.
† - possuí grande flexibilidade no corpo e sempre o usou no ballet, mas também usava quando criança para entrar em pequenos espaços e fugir de tudo quando sua mãe bebia.
† - costumava manipular sua meia irmã para conseguir acalmar o temperamento da mesma, já que esta foi mimada pelo pai desde pequena, Emma tinha de usar de sua persuasão para levar a irmã a atender suas vontades.
† - era considerada estranha por querer passar o tempo sozinha ou apenas dançando, mas nunca ligou para isso e costumava mostrar o dedo do meio para aqueles que a irritavam com a situação.
† - tornou-se uma líder nata por sua confiança, inteligencia e manipulação, por esses motivos também sempre interagiu com pessoas mais velhas como alguns professores.

-
cont.
♥inspired
♥credits



don't be afraid


"Não desista de lutar contra seus demônios"
Emma M. Longstride ESTÁ
Player :
Nenhuma

Ala :
Nenhuma

Idade :
Nenhuma

Frase :
here you have no choise, no peace and no hope

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum